sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Henry e a distância


Para Henry Evaristo

"Aquilo a que você resiste, persiste" (Carl Jung)

Cediço, minha angústia. Oculta, porém, sua causa. Vi, certa vez, no mais abissal vale da existência, uma possibilidade. Com ela entabulei o mais desafiador dos colóquios. Sua filosofia perscrutava a luz que reside nas trevas. A escuridão abismal do espírito. O negrume inescrutável do corpo.

A claridade mãe, ascendência irrevogável de toda sombra, falava-me de sua ubiquidade, e de como somos ludibriados pela esperança vã que destila. Então, penetrei as garras ansiosas de vontade, o mais profundamente possível. Em verdade, desafiei, aí, mesmo o impossível.

A hipótese perquirida na alongada depressão, entre montes feéricos, da vicissitude daquela realidade, me animava à tanto. Conquanto ignorasse, eu, o preço. Todavia, o logro é a moeda de troca, intransferível. Sempre. Pois, após o ineludível júbilo, fruto das andanças nas mágicas plagas do diálogo inusitado, veio célere a cobrança.

Férrea, impassível, fez-me gritar as dúvidas, tapando os ouvidos em espartana educação. Apontou, riste, a imane distância que acusava um horizonte remoto, fruto da cegueira declarada.

Ao deixar-me, levou a densidade. As sombras entrevadas. Arrastou, também, a escuridão.

Sabe, pois, agora, a semente da aflição a profligar-me. Como pode, ser que teima investigar, passar os dias caminhando o solo infértil da distância? Do belo? Do feio? Do bem, e do mal? Os ventos notáveis da indiferênça sussurram ao meu ouvido: aquilo a que você resiste, persiste. Cediço, assim, minha angústia...

5 comentários:

Henry Evaristo disse...

Caramba! Que honra ser homenageado em um texto de Victor Meloni, o grande mago vernacular da nova litfan brasileira! Muito obrigado, irmão!

Amy disse...

nusssssssssssssssa, ki show!!!! ^^

Flávio de Souza disse...

Meu amigo, acabo de receber meu presente de Natal, não pude me conter e corri para ler "Assombração", ainda bem que o sol ainda está brilhando forte, caso contrário teria problemas rsrsrsrsrs...
Olha, o livro é muito bonito, um acabamento incrível, muito bom mesmo. Espero que faça o sucesso que você e os outros autores merecem.
Um abração,

Flávio

T I N I N disse...

VICTOR...
Voltei a este seu espaço que me fascina...Ainda que tenha que estar com o dicionario em mãos, percebo de imediato a sensibilidade que transborda aqui.
Voce é notavel!
Que 2010 lhe proporcione futuro brilhante!
Carinho
Amizade
T I N I N

T I N I N disse...

Henhy
Parabéns!
Realmente é uma bela homenagem , que deve estar mesmo orgulhoso por receber!
Vou até conhecer teu espaço.
Indo...